ASSUFBA participa de encontro na UFBA com parlamentares, que manifestam apoio às instituições federais de ensino

A semana começou intensa para a ASSUFBA. Na manhã desta segunda-feira (13/05), a Coordenação do Sindicato participou de encontro com parlamentares da bancada baiana no Congresso Nacional, na Reitoria da UFBA, para discutir a decisão do MEC (Ministério da Educação) de bloquear 30% da verba destinada às instituições federais de ensino público superior.

O reitor da UFBA, João Carlos Salles, manifestou preocupação com a ameaça à educação na Bahia e no país. “Nosso Estado não pode perder uma oportunidade histórica de apoiar a pesquisa. Não podemos ser a geração que aceita calada a destruição da nossa universidade”, disse. Também afirmou ser surpreendente a justificativa para o bloqueio, de que a instituição tinha insuficiente desempenho acadêmico e promovia balbúrdia. “Nosso desempenho tem sido cada vez melhor. Vamos continuar realizando eventos, como o Fórum Social Mundial, os Congressos da UNE e da UFBA”. 

 

Durante a atividade, o deputado federal Daniel Almeida, coordenador da bancada federal da Bahia, entregou uma carta ao reitor da UFBA, com assinatura de dezenas de parlamentares. Um dos trechos do documento diz que ” abancada da Bahia no Congresso Nacional vem manifestar seu total apoio à luta em defesa das universidades públicas e institutos de educação no Brasil, e, em especial as instituições baianas, diante das ameaças de cortes nos repasses e da possibilidade de funcionamento das instituições”.

Presente do encontro, a deputada federal e servidora licenciada da UFBA, Alice Portugal, destacou que “nós assistimos um ataque que vai na construção de uma linha de desmontar a universidade. Como não podem calar a universidade, bloqueiam os recursos de sustentação. A situação é muita séria”.

Além da ASSUFBA, a atividade contou com a participação de parlamentares e reitores das universidades e institutos federais da Bahia.