ASSUFBA protocola documento em audiência na reitoria da UFBA

Em audiência realizada na reitoria, no final da manhã de ontem (19), a ASSUFBA Sindicato entregou a Magnífica Reitora da UFBA, Prof.ª Dr.ª Dora Leal, o documento em que o Sindicato expõe os motivos para a implantação dos Turnos Contínuos na Universidade, com vistas à constituição de uma Comissão de Estudos com este fim.

A audiência iniciada pela Coordenadora Geral Nadja Rabello contou com a participação da coordenação da ASSUFBA Sindicato. A coordenadora apresentou o conteúdo do documento e solicitou o apoio da reitoria para que o debate ocorra de forma ampla e responsável na instituição.

Em resposta ao documento, a reitora Dora Leal concordou com a criação de um Grupo de Trabalho para a estudar a viabilidade de implantação da jornada de Turnos Contínuos na UFBA. Assim, fica sob responsabilidade da ASSUFBA indicar dois representantes com seus respectivos suplentes para encaminhar o pleito da categoria.

Capacitação – Para o coordenador geral da ASSUFBA, Renato Jorge Pinto, não se pretende reduzir a carga horária, mas o objetivo da implantação da Jornada de Turnos Contínuos é permitir que o servidor tenha mais tempo para se capacitar e qualificar. “Temos mais de 1000 servidores que só tem o nível médio e muitos têm apenas o nível fundamental. Queremos garantir que o servidor tenha uma melhor qualidade de vida”.

O coordenador de Formação Sindical da ASSUFBA, Antônio Bomfim Moreira, ressaltou que a exposição de motivos vai mostrar aos Ministérios do Planejamento e da Educação que a Universidade funciona mais e melhor após a implantação dos Turnos Contínuos.

A reitora garantiu que vai comunicar ao Conselho sobre o grupo de trabalho que está sendo criado para tratar dos Turnos Contínuos, avaliando ainda que 90 dias devam ser suficientes para os trabalhos.

Renato Jorge tratou também de dois outros pontos considerados pertinentes durante a audiência. A questão do aumento zero para 2012, o que vai significar uma dificuldade muito grande de prender profissionais na Universidade. Outro aspecto abordado com preocupação foi a sanção da EBSERH pela Presidenta Dilma.

20/12/2011
Ascom ASSUFBA Sindicato