EC 95 impedirá funcionamento básico da máquina pública

Estudo realizado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas mostra que a Emenda Constitucional 95/2016, o Teto dos Gastos, vai paralisar as atividades econômicas do governo federal a partir de 2019.

A pesquisadora responsável pelo estudo, Vilma Pinto, adverte que a regra fiscal exigirá uma queda dos gastos discricionários abaixo do valor considerado mínimo para o funcionamento básico da máquina pública.

O levantamento avalia que o Teto dos Gastos obrigará que as despesas não obrigatórias sejam reduzidas de R$ 126 bilhões para cerca de R$ 100 bilhões em 2019.

O valor mínimo para o funcionamento da máquina pública é de aproximadamente R$ 120 bilhões, segundo o pesquisador do Ibre-FGV, Manoel Pires, em reportagem para no Valor Econômico.

Post a comment