Para os servidores da UFBA, semana começa com muita mobilização

A semana começou com intensa mobilização para a Coordenação da ASSUFBA e os Técnico-Administrativos em Educação da UFBA. Nesta segunda-feira (13/11), paralisação dos servidores, houve uma grande manifestação em Ondina, com intervenção artística.

Os coordenadores e a categoria fizeram visitas às unidades de Ondina no intuito de convidar os trabalhadores a integrar a mobilização. O Coordenador Geral do Sindicato, Renato Jorge, alertou que é preciso o envolvimento de toda a comunidade universitária na luta contra o desmonte dos serviços públicos e das universidades públicas federais.

IMG_1013

O ato teve a participação da deputada federal e servidora licenciada da UFBA, Alice Portugal, que criticou o projeto neoliberal do governo Temer, que aumentou a contribuição previdenciária dos servidores públicos de 11% para 14%, sem contar nas medidas que atingem em cheio o funcionalismo. A parlamentar frisou que é preciso ampliar a unidade. “É necessário unir para lutar”.

A mobilização contou com a apresentação do Comitê Poético contra o Golpe, com a intervenção Eu Luto. Junto com o grupo, a Coordenação da ASSUFBA e os servidores seguiram em direção à praça das Artes, onde fizeram ato. Diversos estudantes se juntaram à manifestação. É o caso de Lise Silvany, aluna do curso de Letras, que chamou a atenção para o quanto a Universidade avançou e se democratizou, a exemplo do sistema de cotas.

O governo faz ataques que reduzem os direitos sociais e trabalhistas. O Coordenador de Comunicação, Antonio Bomfim, lembrou que além da nova legislação trabalhista, em vigor desde sábado (11/11), Temer quer impor a reforma da Previdência que, na prática, acaba com a aposentadoria. Durante a mobilização, foram distribuídos panfletos sobre as principais reivindicações dos TAEs.

IMG_1156

A FASUBRA orientou as entidades sindicais pela deflagração da greve por tempo indeterminado. Mas, na UFBA, os trabalhadores decidiram, em assembleia, pela realização de paralisações e uma nova assembleia acontece nesta quinta-feira (16/11), para avaliar o nível de mobilização.

 

Confira o calendário de mobilização da semana:

 

CALENDÁRIO DE MOBILIZAÇÕES

Eixos da Greve

Defesa da Carreira dos TAES!

Negociação Salarial Já! Nenhum direito a menos!

Contra o aumento da contribuição previdenciária! Não à reforma da Previdência!

Revogação do PDV!

Em defesa do ensino superior público, gratuito e de qualidade!

Em defesa dos serviços públicos!

Contra o PLS 116/17 – demissão por avaliação negativa (fim da estabilidade)

Em defesa dos hospitais universitários.

Post a comment